Newsletters – Portuguese Version

Boletim Informativo – Janeiro/Fevereiro, 2018

PIM-2018: Nova direção – o Comité Director do Ministério Presbiteriano de Imigrante (PIM) decidiu ir em uma nova direção em 2018. Esta decisão foi necessária, porque os recursos financeiros diminuiram. PIM já tinha esgotado todos os subsídios possíveis do Sínodo e da Assembléia Geral de nossa denominação. Além disso, o PIM recebeu menos doações financeiras em 2017 do que em anos anteriores. A consequência é que PIM não porderia continuar a me sustentar servindo em regime de tempo integral, como eu tem sido desde o início. Desde que eu terei que encontrar outro emprego, eu decidi mudar para Salt Lake City, onde estarei mais perto de minha filha e sua família, e onde vou buscar uma nova posição. PIM não fechará seu ministério. Os estudos bíblicos continuarão de forma diferente, com o Rev. Paulo Ribeiro na prisão do Condado de Bristol e o Rev. Alonso da Cunha na prisão do Condado de Suffolk (Boston) e prisão do Condado de Plymouth (Plymouth). Serão pagos honorários por visita. O Rev. Alonso é o marido de Kátia, que continuará seus estudos bíblicos entre mulheres imigrantes em Boston. 28 de fevereiro foi meu último dia servindo PIM. Depois de servir o PIM desde 2011, alegro-me que este ministério irá continuar servindo os imigrantes na prisão. Sou grato a Deus por todas as experiências que eu tive desde que comecei a visitar prisões em 2005. Conheci pessoas de vários países, e através estudos da Bíblia Deus me usou para espalhar as Boas Novas para muitas pessoas, a maioria das quais voltou para seus países originais, levando com eles a Palavra de Deus. Eu sou grato a Deus por todo o apoio que recebi desde o início até agora. Eu sou grato para o Comité Diretor  que esteve sempre ao meu lado. Eu vi como foi difícil para eles tomar esta decisão.  Desde que o PIM vai continuar, peço-lhe para continuar a dar o seu apoio, orando por Rev. Paulo, Rev. Alonso e Katia e continuando a oferecer o seu apoio financeiro.

Certificado de Apreciação – A última sexta-feira e ontem foram dias de dizer adeus. Eu estava conduzindo o meus últimos estudos bíblicos e os prisioneiros ofereceram-me palavras de gratidão e encorajamento para as próximas etapas da minha vida. Um grupo foi mais longe. É um grupo de uma das unidades na prisão de Boston. Antes do estudo da Bíblia escolheram para cantar minhas canções Cristãs favoritas, aquelas que eu costumava cantar com eles. Após o estudo da Bíblia, eles me deram um certificado de apreciação, assinado na frente por dois dos seus líderes e, na parte de trás, pelos outros presos. No certificado está escrito: “este certificado é concedido ao Pastor Gerson em reconhecimento de sua incrível contribuição ao espalhar a Palavra que muda vidas.” E na parte de trás: “Obrigado por todos os seus ensinamentos e lições, vamos sempre nos lembrar de você. Você plantou a semente em nossos corações. Melhores desejos dos presos de South Bay.” Não preciso dizer o como me sinto abençoado!

Humiliação – Às vezes, ao chegar ou ao sair das prisões, o meu caminho cruza com imigrantes chegando na instalação. É tão triste ver aqueles homens, sem antecedentes criminais, sendo transportados em algemas e com correntes nas pernas. Falei com alguns deles, perguntando como se sentem em tal situação. Por unanimidade, a resposta é: “Nunca passei por uma humilhação como essa.” Isto faz-me pensar que, além dos estudos bíblicos, como parte da Igreja de Jesus, deveríamos tambem fazer outras coisas. Como poderíamos, como parte da Igreja Presbiteriana (EUA), abordamos este tratamento terrível que nosso País está dando às pessoas que, de acordo com Jesus, devem ser bem acolhidas entre nós (Mateus 25:35)? Mesmo no antigo testamento a vontade de Deus é muito explícita a respeito de como um estrangeiro vivendo em nosso País deve ser tratado: Leviticos 19:33-34 – “Quando um estrangeiro vive com você na sua terra, não o maltrate. O estrangeiro vivendo com você deve ser tratado como um dos seus nativos. Ame-o como a si mesmo, por que vocês foram estrangeiros no Egito. Eu sou o Senhor teu Deus.” Além de ser muito claro, veja que este versículo termina dizendo”Eu sou o Senhor teu Deus”, que para mim significa que essas palavras devem ser obedecidas sem questionamentos.  Acho que temos uma demanda real em nossas mãos. Como nós, os cristãos Presbiterianos, poderíamos ajudar a resolver este problema?

Doações Recebidas (Dez/17, Jan and Feb/2018):

– First Presbyterian Church – Newport, RI

– Bethel Presbyterian Church (3X)

– Igreja Presbiteriana de Boston (3X)

– First Presbyterian Church – Stamford, CT (4X)

– First Presbyterian Church – Hartford, CT

– First Presbyterian Church – New Haven, CT

– Greenwood Community – Warwick, RI (2X)

– Valley Presbyterian Church

– Presbyterian Church of Los Gatos , CA

– Crossroads Presbyterian Church

– Dana & Janet Lindsley

– Glenn & Nancy Ramsey

– Alice & Robert Evans

– Linda & Harold Sanders

– Joan Priest

– Dana Lindsay

– Wayne Parrish

– Tiffany Nicely Holleck

– Arthur Shippee

– Tom & Janet Tayllor

– Chris & Andrew Foster

– Shirley Duddley

– Jeffrey Wood

– Patricia Wales

– Ralph Jones

– Roland & Ruth Ann Chase

ATENÇÃO! Envie sua doação por cheque ou ordem de pagamento para: Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escrever uma nota designando sua oferta para o Presbyterian Immigrant Ministry.

Faça doaçao online em nosso website: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”.

Frequência em Fevereiro

Dia Prisões Frequência
02/02 Plymouth 25
06/02 Bristol 28
06/02 Boston 16
09/02 Plymouth 46
13/02 Bristol 23
13/02 Boston 35
16/02 Plymouth 42
20/02 Bristol 25
20/02 Boston 31
23/02 Plymouth 23
27/02 Bristol 21
27/02 Boston 25

Visite nosso Website: www.presbim.com

 

Boletim Informativo – Novembro/Dezembro, 2017

(Pintura de autor desconhecido)

E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” Lucas 2:10,11

Tenho ouvido muitas histórias de imigrantes aos quais eu sirvo nas prisões. Ouvindo suas histórias eu me lembro da história do menino Jesus, fugindo com seus pais para o Egito, fugindo da ameaça da morte. Esta experiência do menino Jesus, José e Maria tem um em comum com as histórias de imigrantes e refugiados que vieram para nosso país: A FUGA DE TUDO O QUE AMEAÇA AS SUAS VIDAS. O anúncio do nascimento de Jesus foi, de acordo com o Evangelho de Lucas, “boa notícia que causará grande alegria para todas as pessoas.”  Eu tenho abordado com eles a história do Natal e, mais uma vez, ao ver a experiência dos imigrantes na prisão, eu posso vê-los como pessoas que, à procura de uma grande alegria em suas vidas, vieram para os Estados Unidos, deixando a vida de desespero, perigos, violência e lutas pela sobrevivência em seus próprios países. Enquanto muitos de nós iremos passar o Natal com nossas respectivas famílias e amigos, eles estarão sozinhos, longe de seus entes queridos.  Felizmente o Natal é também a história da vinda do Reino Eterno de Deus, um inclusivo Reino ao qual todos estão convidados, não importa que língua falem, não importa a cor da pele ou o nível de educação ou riqueza. Ao refletir com eles sobre essa perspectiva do Reino de Deus, o Espírito Santo tem trazido consolo e alegria em seus corações.

Convido a todos vocês que apoiam o Ministério do PIM para dedicar alguns minutos em sua festa de Natal para oferecer uma oração, pedindo a Deus para estar presente nos corações daqueles que estão na prisão, trazendo-lhes a alegria do nascimento de Jesus.

Relatório do Rev. Paulo de Tarso Ribeiro

Durante o tempo em que estava em recuperação da minha cirurgia, o Rev. Paulo Ribeiro cobriu minha ausência na prisão de North Dartmouth – Condado de Bristol. Aqui está o seu relatório sobre o tempo que ele conduzou o estudo da Bíblia entre os presos:

“Ministrando estudo bíblico em Bristol County Jail, North Dartmouth (MA) pude observar algo bem interessante sobre o relacionamento humano entre pessoas privadas de liberdade, naquele contexto específico.

Os presos passam o tempo num dormitório jogando cartas; lendo revistas, e alguns lendo suas biblias e conversando em português e em espanhol. Mas algo marcante me chamou a atenção:  Muitos tem algum conhecimento da Palavra de Deus, enquanto que outros nem estão interessados em assistir ao estudo bíblico, por isso parecem bem mais deprimidos em seus isolamentos.

Os dois grupos que assisti são muito diferentes em tamanho e maturidade.

O primeiro somente tinha a assistência de no máximo quarto pessoas, e o outro, a assistência constante foi de dezesseis a dezoito pessoas, que me pareceram muito interessadas na conversa interativa durante o tempo de estudo.

Havia muito boa interação e a participação da maioria deles, e uma rica reflexão no mais essencial ensinamento da Carta aos Romanos, a qual estávamos estudando.  Não observei ninguém que de alguma forma estivesse alheio à conversa.

Outra observação é o que alguém do grupo menor mencionou, e os outros concordaram, de que ali eles vivem, uns solidários com os outros, porque todos, de alguma maneira, tem algo em comum. Não sei quanto aos que não participavam do estudo bíblico, mas me parece não haver animosidade no ambiente, exceto ocasionalmente.

Com os que tive contato, observei que se relacionam como que em “família” e, individualmente, usam seu tempo ocioso como que desfrutanto de um retiro, para refletir sobre as suas vidas. E eu me perguntava: Quantas pessoas em “liberdade” dedicam tempo para este tipo de relacionamento? Então, enfatizei que agindo da maneira que o fazem enquanto na prisão, os leva, certamente, a entender o verdadeiro sentido da vida, pois não ocupam todo seu tempo somente para trabalhar e, assim perdem a possibilidade de pensar na vida. Me senti gratificado em saber que a conversa não foi em vão, pois ao interagir com os grupos, verifiquei que o Senhor abre os olhos daqueles homens para a realidade da vida.

O estudo foi algo de ordem prática aplicável à vida deles, tanto em prisão, quanto lá fora, depois que dali saírem, porque a Palavra de Deus na abordagem da Carta aos Romanos ensina sobre o nosso caminhar, antes e depois de chegarmos à CRUZ.

Assim, minha oração é de que o Senhor seja Glorificado na vida daqueles que, certamente, tem um testemunho muito importante a transmitir a outros que – embora livres lá fora – estão cativos dos problemas que os afligem na batalha entre a carne e o espírito, que assola a humanidade. Muito obrigado pela oportunidade de servir em tal capacidade, em nosso Presbitério”.

Doaçoes Recebidas em Novembro:

– Greenwood Community Church

– First Presbyterian Church – Newport, RI

– Bethel Presbyterian Church

– Igreja Presbiteriana de Boston (2X)

– Brendon Bass

– John & Penny Webster

– First Presbyterian Church – Stamford, CT(3X)

– Anonimo

ATENÇÃO! Envie sua doação por cheque ou ordem de pagamento para: Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escrever uma nota designando sua oferta para o Presbyterian Immigrant Ministry.

Faça doaçao online em nosso website: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”.

 

Feliz Natal e ano novo abençoado! “Glória a Deus nas alturas e paz na terra entre a quem ele quer bem.” Lucas 2:14

Você tem sido nosso parceiro na missão entre os imigrantes na prisão há mais de 6 anos. Refletindo sobre as palavras de Lucas, você tem sido nosso parceiro na medida em que nós estamos servindo aqueles na prisão, para glorificar a Deus. Deus é glorificado quando nós od ajudamos a encontrar a paz e esperança em meio a seu pior pesadelo.   Deus é glorificado quando os ajudamos a sentirem-se parte de uma comunidade de fé, livres, mesmo dentro da prisao. Deus é glorificado quando nós os ajudamos a encontrar o verdadeiro propósito em suas vidas através de Jesus Cristo.  Por causa dessas coisas e muito mais nós, do PIM, queremos expressar nossa gratidão. Desejamos a todos um feliz Natal e um ano novo muito abençoado.

Mas também, eu queremos desafiar você a continuar esta parceria ao longo de 2018. Neste ano novo, a comunidade imigrante irá enfrentar muitas questões difíceis, e nosso Ministério continuará a desempenhar um papel importante. Esperamos continuar este Ministério para a glória de Deus! Deus o abençoe!

Visit our Website: www.presbim.com

 

Boletim Informativo – Setembro/Outubro, 2017

Minha Primeira Bíblia

Há alguns dias eu telefonei para um ex detento. O nome dele é Gisley, e em Junho de 2015 eu escrevi sobre o testemunho no nosso Boletim Informativo. Eu o encontrei pela primeira vez na prisão de Plymouth, onde ele permaneceu por três meses em 2011. Ele se tornou um cristão na prisão, e quando saiu, ele foi batizado em uma congregação de língua portuguesa em Brighton, MA, onde ele está servindo como um diácono. Durante minha conversa com ele, ele lembrou o tempo que passou na prisão há 6 anos. “Lá, eu me tornei um cristão e recebi minha primeira Bíblia, a mesma Bíblia que guardo no meu carro até hoje. Desta forma eu a posso ler sempre que tenho tempo livre, esteja onde estiver.” Gisley também me disse que toda vez que ele tem uma oportunidade, ele compartilha o seu testemunho com outros, expressando o quanto abençoado como ele se sente.

O caso de imigração do Gisley ainda não foi concluído. Em dezembro ele irá ao tribunal, momento em que ele pode obter uma decisão final, incluindo a possibilidade de ser deportado. É por isso que ele está pedindo orações. Você pode lembrar-se de Gisley em suas orações?

Propósitos do PIM

Hoje eu tive uma conversa com uma organizadora comunitária que está servindo com UIA (Açao Unida Interconfessional) em Fall River e New Bedford, Massachusetts. Durante a conversa ela me fez perguntas que me fez pensar sobre o propósito do meu ministério. Pensando nisso, percebi que alguns dos propósitos foram evidentes desde o início, como evangelizar os não-cristãos, dar conforto para os detentos, incentivando-os a lidar com sua situação, enquanto enfrentam deportação, etc. Mas outros propósitos evoluiram na medida em que eu interagia com os presos. Um dos propósitos que evoluiu é que PIM ajudou-os a formar um senso de comunidade dentro da prisão. O grupo de estudo da Bíblia não é apenas um ajuntamento de pessoas, mas é um grupo de pessoas que interagem um com o outro, tanto espiritualmente quanto emocionalmente. Eles cuidam um do outro. Por exemplo, aqueles que têm dinheiro para comprar comida da cantina, compartilham o que eles têm com aqueles que não têm nada. Ou, como eu escrevi em um Boletim Informativo anterior, uma pessoa homossexual encontrou um lugar seguro no convívio com o grupo. Sendo uma comunidade os ajuda, através de encorajamento mútuo, a sentirem mais força para enfrentar tudo o que eles têm de enfrentar.

Cirurgia

No dia 31 de Outubro eu serei submetido à cirurgia de colocação de prótese de quadril. De acordo com o cirurgião, eu terei que ficar de 4 a 6 semanas em recuperação. Durante este tempo o Rev. Paulo de Tarso Ribeiro irá substituir-me na prisão de Bristol County (Dartmouth, MA), e o Rev. Alonso da Cunha irá substituir-me na prisão de Suffolk County (Boston, MA) e na prisão de Condado de Plymouth (Plymouth, MA). Ambos são ministros do Presbitério do Sul da Nova Inglaterra.

Eu tenho tido este problema com meu quadril por cerca de 3 anos. Com medicação, eu era capaz de ter uma vida quase normal. Mas tive que parar de tomar estes medicamentos para evitar o comprometimento de meus rins. Então, a cirurgia é a única maneira de voltar a uma vida normal. Peço suas orações por mim e pelo Rev. Paulo e Rev. Alonso.

Doações Recebidas (Setembro/Outubro)

– Bethel Presbyterian Church (2X)

– Igreja Presbiteriana de Boston (2X)

– Providence Presbyterian Church – RI

– Calvary Presbyterian Church – Enfield, CT

– First Presbyterian Church – Stamford, CT(3X)

– Jovelino & Joan Ramos

Atenção! Envie a sua doação em cheque ou ordem de pagamento para Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escreve uma nota dizendo que tal oferta é para PIM

Doação Online: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”

 

Frequencia – Setembro/Outubro

Day Prison (all units) Attendance
09/01 Plymouth 29
09/05 Bristol 28
09/05 Boston 32
09/08 Plymouth 21
09/12 Bristol 40
09/12 Boston 31
09/15 Plymouth 30
09/19 Bristol 32
09/19 Boston 35
09/22 Plymouth 35
09/26 Bristol 37
09/26 Bostonl 30
09/29 Plymouth 25
10/03 Bristol 29
10/03 Boston 27
10/06 Plymouth 19
10/10 Bristol 25
10/10 Boston 31
10/13 Plymouth 19
10/17 Bristol 26
10/17 Boston 35
10/20 Plymouth 27
10/24 Bristol 28
10/24 Boston 30
10/27 Plymouth 27

Você já Visitou o nosso Website?

Visite-o e o divulgue.

www.presbim.com

Boletim Informativo – Julho/Agosto, 2017

PIM – 6 Anos

Era difícil imaginar, há 6 anos atrás, como PIM seria agora. No começo tudo que eu tinha era a certeza de que Deus estava me chamando para um novo Ministério. E então algumas pessoas do presbitério do Sul da Nova Inglaterra começaram a compartilhar a visão. Alguns deles juntaram-se a mim para formar o Comitê que me ajudou a organizar este Ministério e para encontrar os recursos que precisavamos para viabilizá-lo. Outros que partilharam a visão começaram fazendo doações – tanto indivíduos como congregações. Recebemos apoio da Assembleia Geral da PCUS, do Sínodo de Nordeste e até mesmo de congregações fora a PCUSA. Nosso primeiro boletim foi divulgado em junho de 2011. Uma coisa chamou a minha atenção ao re-ler esse boletim. Como eu estava prestes a começar em tempo integral neste ministério, o dinheiro que tínhamos no orçamento do PIM era menos do que o que precisávamos. Escrevi então que isso não iria me impedir de começar a servir em tempo integral neste ministério, porque estava convencido de que Deus iria prover tudo o que precisávamos.

Seis anos se passaram, e eu vi Deus provendo tudo o que precisávamos para realizar o que ele tinha me chamado para fazer. Pensando sobre esses seis anos, lembrei-me as dezenas de cartas que recebi de prisioneiros. Estas cartas me ajudaram a compartilhar histórias e testestemunhos dos detentos através dos Boletins Informativos do PIM. Lembrei-me das mais de 100 Bíblias que foram entregues nas prisões, a maioria em Espanhol e Português. Mas Bíblias em Francês, Chinês e Ucraniano foram também entregues. A Bíblia ucraniana foi doada por uma Igreja Católica Ucraniana, em Boston. Como se fosse ontem, eu me lembro a reação emocional do homem ucraniano quando ele recebeu a Bíblia. Foi uma experiência inestimável para mim.

Vendo as pessoas se tornando cristãos, encontrando a reconciliação com Deus, tendo suas vidas transformadas, e vendo o conforto dado a eles pelo poder da Palavra de Deus – todas estas experiências fortaleceram a minha certeza de que Deus estava me guiando.

Além de tudo isso, vi a presença da Igreja de Cristo entre os prisioneiros. Eu vi a presença da Igreja durante a Celebração da Comunhão, mesmo quando celebrada com suco de amora; Eu vi a presença da igreja no espírito de evangelização entre alguns detentos que estavam sempre à procura de mais pessoas para levar a Cristo; Eu vi a presença da igreja no cuidado dos presos cristaos para com os outros, como caso de um homem que sofreu discriminação por causa de sua orientação sexual, e que me disse que ele encontrou um ambiente seguro entre os cristãos em sua unidade.

Muitas coisas boas para recordar! Não tenho palavras para expressar minha gratidão a Deus por me permitir fazer parte deste Ministério. Não tenho palavras para expressar minha gratidão a todos aqueles, indivíduos e congregações, pelo apoio que tenho recebido. Agradeço o presbitério do Sul da Nova Inglaterra, o Sínodo de Nordeste e Assembleia Geral PCUSA, pelo seu apoio.

Novo Grupo de Estudo Bíblico – Há uma semana me disseram que na prisão em Plymouth tem uma nova unidade de Imigração. Aqui está o que o capelão da prisão escreveu-me: “Gerson, você sabe que a unidade C-3 também é (agora) uma unidade de imigração? Acho que há potencial para um (grupo de) estudo de Bíblia de bom tamanho para um pastor que fala Espanhol.”  Esta semana vou começar a visitar esta unidade para estudar a Bíblia com aqueles que estão interessados. No total, haverá 9 grupos de estudos bíblicos semanais.

Doaçoes Recebidas (Julho/Agosto):

– Bethel Presbyterian Church (2X)

– Igreja Presbiteriana de Boston (2X)

– Providence Presbyterian Church – RI

– Christ the King Presbyterian Church – Cambridge, MA

– First Presbyterian Church – New Haven, CT

– First Presbyterian Church – Stamford, CT

ATENÇÃO! Envie sua doação por cheque ou ordem de pagamento feito para: Presbytery of Southern New England – caixa postal 388, Chester, CT 06412 – importante: escrever uma nota, designando a sua oferta para o Presbyterian Immigrant Ministry – PIM.

Doações online pelo website: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”.

Visita em outra Prisão – No início de Agosto, eu recebi um e-mail do Rev Eric Markman, pastor na Igreja Presbiteriana de Hartford Street em Natick, MA. Ele me falou sobre um membro de sua igreja, um homem brasileiro, que iria precisar da minha ajuda. Dei-lhe permissão para compartilhar o meu número de telefone com essa pessoa. Alguns dias depois, recebi um telefonema dele. Ele me disse sobre seu amigo, também brasileiro, cujo irmão foi condenado e está preso em Norfolk, MA. Ele me perguntou se eu poderia visitar seu amigo. No dia 10 de agosto eu visitei este prisioneiro. Ele ficou surpreso ao receber minha visita. Ele me disse que, desde que ele foi preso, no início de 2014, eu fui a única pessoa a visitá-lo. Seus irmãos e amigos estão com medo de visitá-lo, porque eles não estão documentados. Passei quase uma hora com ele, ouvindo-o, lendo a Bíblia com ele e orando com ele. Vou tentar visitá-lo novamente.

Frequência – Julho/Agosto

Dia Prisao Freqência
04/07 Bristol Feriado
04/07 Boston Feriado
06/07 Plymouth 25
11/07 Bristol 25
11/07 Boston 24
13/07 Plymouth 23
18/07 Bristol 27
18/07 Boston 34
20/07 Plymouth 19
25/07 Bristol 18
25/07 Boston 37
27/07 Plymouth 18
08/08 Bristol 19
08/08 Bostonl 31
11/08 Plymouth 25
15/08 Bristol 27
15/08 Boston 29
18/08 Plymouth 18
22/08 Bristol 25
22/08 Boston 30
25/08 Plymouth 27
29/08 Bristol 28
29/08 Boston 32

Have you seen our Website? See, and share it. www.presbim.com

 

Boletim Informativo – Maio/Junho, 2017

Biblias

Infelizmente, o número de imigrantes na prisão ainda é alto. Por causa disso, os oficiais da prisão me pediram para levar mais Bíblias em Espanhol e em Português. Igrejas de imigrantes que apoiam o PIM doaram quatro caixas de Bíblias em Português e duas em Espanhol. Estas caixas já foram enviados para as três prisões onde PIM está servindo. Bíblias são a ferramenta mais importante para o nosso Ministério. Durante os estudos bíblicos, a maioria dos detentos escrevem notas para ajudá-los a continuar estudando individualmente ou em grupos durante a semana. Muitas vezes eu passo vários minutos ajudando a esclarecer questões levantadas durante a meditação pessoal deles.

Entre os presos há alguns que já faziam parte de uma igreja e outros que nunca haviam assistido a uma igreja antes. Claro, aqueles que haviam participado de uma igreja estão mais familiarizados com as Escrituras e podem ajudar os outros a encontrar os versículos da Bíblia. Ele também ajudam recordando versos importantes, ajudando a aprofundar nossos estudos bíblicos.

Dou graças a Deus que tem prestado apoio através de igrejas e indivíduos que, desde o início deste ministério têm doado Bíblias, que são fundamentais para proclamar o Evangelho de Jesus entre os prisioneiros. As igrejas que doaram as Bíblias são: Primera Iglesia Presbiteriana de Boston, Igreja Presbiteriana Betel – Marlborough, MA, Igreja Presbiteriana Cristo Cristo Rei, Cambridge, MA e Igreja de Avivamento para as Nações – Fall River, MA.

Mudança na Agenda – Conforme relatado no nosso boletim anterior, eu concluí a minha terceira unidade de CPE (Clinical Pastoral Education). Tenho agora re-agendado os estudos bíblicos nas prisões para manhãs e tardes – já não à noite. Desde que eu sei que muitos dos presos ainda estão dormindo até 09:00, eu começo os estudos bíblicos após esta hora. O atendimento é o mesmo. Um dos três grupos na prisão de Plymouth ainda não está se reunindo. Junto com o capelão dessa facilidade, estou a trabalhar para encontrar a melhor hora para encontrá-los. É um dos maiores grupos, formados por detentos acusados de crimes e que estão aguardando julgamento.

Esta é a nova agenda de estudos da Bíblia:

– Terças pela manhã: Bristol County Sheriff’s Prison, in Dartmouth.

– Terças a tarde – Suffolk County Sheriff’s Prison, in Boston.

– Quintas, manhã e tarde – Plymouth County Correctional Facility, in Plymouth.

Lendo a Bíblia, Aprendendo Espanhol – Como eu escrevi acima, o grupo de detentos em julgamento não está se reunindo ainda devido ao fato de que o horário foi alterado. Mas dentre esses detentos, um inglês continua vindo porque ele quer aprender Espanhol. Eu me reuní com ele durante as últimas três semanas. Uma vez que estamos só nós dois, usamos este tempo lendo a Bíblia em Espanhol, e enquanto discutimos o texto eu o ajudo com a pronúncia, tradução e compreensão de espanhol.

Doações recebidas (Maio / junho):

– Bethel Presbyterian Church (2X)

– Igreja Presbiteriana de Boston (2X)

– First Presbyterian Church – Stamford, CT

– Primera Iglesia Presbiteriana de Boston

– Calvary United Presbyterian Church – Fall River, MA

– Greenwood Community Church, Warwick, RI

ATENÇÃO! Envie sua doação por cheque ou ordem de pagamento feito para: Presbytery of Southern New England – caixa postal 388, Chester, CT 06412 – importante: escrever uma nota, designando a sua oferta para o Presbyterian Immigrant Ministry – PIM.

 

Doações online pelo website: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”.

Oração e Bíblia Como Fontes de Força –Tenho recebido muitos telefonemas de imigrantes pedindo informações sobre seus entes queridos na prisão. Há poucos dias uma mulher brasileira, que frequenta uma das igrejas de imigrantes que apoia o PIM, cligou-me para pedir para encontrar seu marido, que tinha sido preso. Eu o encontrei em uma das prisões que visito. Ele me disse que ele não frequentava a igreja regularmente como sua esposa faz, mas, desde que ele chegou na prisão, ele passa o tempo lendo a Bíblia e orando. “Através da leitura da Bíblia e orações Deus tem me mantido emocionalmente e espiritualmente são,” ele disse. Oração e leitura da Bíblia são poderosas fontes de força e esperança para aqueles que estão na prisão. Muitos deles dizem estar arrependidos porque só agora eles investem tempo orando e lendo a Bíblia, o que não faziam antes de vir para a prisão.

Março/Abril – Frequência

Mes/Dia Prisão Frequência
05/01 Bristol
05/02 Plymouth 40
05/04 Boston 25
05/08 Bristol 30
05/09 Plymouth 35
05/11 Boston 30
05/15 Bristol 29
05/16 Plymouth 33
05/18 Boston 31
05/22 Boston
05/23 Plymouth 32
05/25 Boston 36
05/29 Bristol
05/30 Bristol
06/01 Plymouth 30
06/06 Boston 25
06/06 Bristol 26
06/08 Plymouth 29
06/13 Boston 27
06/13 Bristol 30
06/15 Plymouth 25
06/20 Boston 24
06/20 Bristol 27
06/22 Plymouth 31
06/27 Boston
06/27 Bristol
06/29 Plymouth 27

Você já visitou nosso site? Visite-o e Compartilhe: www.presbim.com

 

Boletim Informativo – Março/Abril, 2017

Fazer a Esperança Grande Novamente

Tenho servido PIM desde 2011. Eu sou grato a Deus pelo privilégio de ter iniciado este Ministério e servi-lo durante todos estes anos. Estou totalmente convencido de que isso foi possível apenas por causa de irmãos e irmãs que adquiriram a visão para alcançar os imigrantes nas prisões. Agradeço a Deus pelas vidas de quem tem servido como membros do comitê diretivo, os membros do Comité Consultivo e aqueles que doaram, individualmente ou por meio de suas respectivas igrejas. Gostaria também de reconhecer a importância do apoio de nosso Presbitério, do nosso Sínodo e da Assembleia Geral da PCUSA.

Sinto que o Ministério do PIM é tão importante como foi no passado. Quando começou o PIM, a expectativa entre os imigrantes era que as suas vidas poderia melhorar. Havia uma expectativa de que nossos legisladores iriam fazer uma reforma do sistema de imigração; havia a expectativa de que os moradores da Casa Branca fariam algo novo e bom para os imigrantes. O presidente Obama, apesar do aumento de ordens de deportação, pelo menos deu a oportunidade para os “Dreamers” (jovens filhos de imigrantes trazido para cá ainda crianças)  alcançrem alguns dos seus sonhos. No entanto, após a última eleição, estas expectativas mudaram drasticamente. Como eu tenho testemunhado nas prisões, ou ouvdo falar de outros imigrantes, a esperança foi substituída pelo medo. A expectativa dos imigrantes hoje é que as coisas não piorem.

Como eu escrevi acima, eu sou grato por todo apoio que PIM tem recebido em todos estes anos. Mas eu quero encorajar vocês que tem apoiado PIM, para continuar a caminhar lado a lado com conosco, nos ajudando com orações e doações, e então, seremos capazes de continuar a cumprir nossa missão.O medo não pode prevalecer! Vamos fazer a Esperança grande novamente!

Estamos Atrasados – Esta edição de nosso Boletim Informativo está atrasado porque estou terminando minha terceira unidade de CPE (Clinical Pastoral Education), e há muitos trabalhos escritos por fazer. Ao concluir mais uma unidade de CPE, quero expressar minha gratidão por membros do Comitê Gestor do PIM pelo seu apoio. Não tenho dúvidas que as três unidades que fiz melhoraram minhas habilidades ministeriais.

Bíblia em Chinês – Há algumas semanas, eu estava esperando para começar um estudo da Bíblia em uma unidade em Boston. Enquanto esperava, um jovem chinês preso veio até mim e perguntou se eu era um cristão. Eu respondi que sim, e ele me pediu uma Bíblia em Chinês. Eu o convidei para ficar para participar de nossa reunião, dizendo que alguém, ou eu mesmo, ficaria feliz em traduzir para ele em Inglês. Então ele me disse que ele não conseguia entender Inglês muito bem. Eu encontrei e contatei a Igreja Cristã Chinesa de Rhode Island (CCCRI, sigla em Inglês), em East Providence, e um dos seus pastores prontamente trouxe-me uma Bíblia que eu entreguei para aquele jovem na semana seguinte. Foi muito gratificante ver o rosto de satisfação do jovem quando lhe dei a Bíblia. Quero expressar minha gratidão ao CCCRI pelo apoio.

Doações Recebidas:

– Bethel Presbyterian Church

– Igreja Presbiteriana de Boston

– First Presbyterian Church of Newport

– Anonymous

– Stamford: First

– New Haven: First

– Jeffrey Wood

Atenção! Envie a sua doação em cheque ou ordem de pagamento para Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escreve uma nota dizendo que tal oferta é para PIM

Doação Online: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”

 Outros Problemas Relacionados Com os Presos – A maioria dos imigrantes nas prisoes tem problemas relacionados a finanças. Alguns não têm ninguém para alimentar suas contas na prisão para comprar mercadorias ou para chamadas de telefone para seus parentes. Também, às vezes, há aqueles que receberam o benefício de sair da prisão, pagando uma fiança enquanto aguardam uma decisão final sobre seus casos, mas eles não podem pagá-la.

Iniciativa da Primeira Igreja Presbiteriana de New Haven – Em sua última reunião, o Presbitério do Sul da Nova Inglaterra (PSNE) aprovou uma proposta da primeira Igreja Presbiteriana de New Haven. Esta igreja em New Haven tem sido um dos apoiadores mais constantes do PIM e, através desta proposta, seus membros estão demonstrando que querem continuar seus esforços para apoiar os imigrantes, incentivando nossas congregações a participar das ações de outras igrejas ou organizações para fazer justiça aos imigrantes, incluindo considerar a possibilidade de adotar a promessa do novo Movimento de Santuário*. Esta é uma oportunidade para PIM e os seus apoiadores expandir este ministério, criando algum tipo de advocacia de apoio/parceria com congregações/organizações.

* Movimento de Santuario (Sanctuary Movement) é uma iniciativa através da qual, a igreja que se declara Santuário, por lei, pode impedir autoridades policiais de adentrarem as suas dependências para prender alguém. Há igrejas que tem protegido imigrantes de serem deportados.

Março/Abril – Frequência

Dia Prisão(todas unidades) Frequência
03/02 Boston 42
03/06 Bristol
03/07 Plymouth 44
03/09 Boston 28
03/13 Bristol 39
03/14 Plymouth 40
03/16 Boston 32
03/20 Bristol 35
03/21 Plymouth 59
03/23 Boston 30
03/27 Bristol 38
03/28 Plymouth 61
03/30 Boston 31
04/03 Bristol 32
04/04 Plymouth 49
04/06 Boston 35
04/10 Bristol 39
04/11 Plymouth 66
04/13 Boston
04/17 Bristol
04/18 Plymouth 51
04/20 Boston 27
04/24 Bristol 37
04/25 Plymouth 52
04/27 Boston 31

 

             Você já visitou o nosso Website? Visite-o e compartilhe:

www.presbim.com

Boletim Informativo  – Janeiro/Fevereiro, 2017

Credo do Imigrante

( Rev. Jose Luis Casal) Eu creio em Deus Todo Poderoso, que guiou o povo no exílio, de acordo com o livro do Êxodo, o Deus de José no Egito e Daniel na Babilônia, o Deus de estrangeiros e imigrantes.

Eu creio em Jesus Cristo, Galileu desterrado, que nasceu longe de seu povo e sua casa, que fugiu de seu País com seus pais quando sua vida estava em perigo. Quando ele voltou para o seu País sofreu sob a opressão de Pontius Pilate, o servo de uma potência estrangeira. Jesus foi perseguidos, espancados, torturados e injustamente condenado à morte. Mas no terceiro dia Jesus ressuscitou dos mortos, não como um estrangeiro desprezado, mas para nos oferecer cidadania no Reino de Deus.

Creio no Espírito Santo, o Eterno Imigrante do Reino de Deus entre nós, que fala todas as línguas, vive em todos os países e reúne todas as raças.

Eu creio que a Igreja é a casa segura para os estrangeiros e para todos os crentes.

Eu creio que a comunhão dos Santos começa quando nós abraçamos o povo de Deus em toda a sua diversidade.

Eu creio no perdão, que nos faz todos iguais perante Deus e na reconciliação, que cura o nosso quebrantamento.

Creio que na Ressurreição Deus irá nos unir como um povo em que todos são diferentes e todos são iguais ao mesmo tempo.

Eu creio na Vida Eterna, em que ninguém vai ser estrangeiro, mas todos serão cidadãos do reino onde Deus Reina para sempre e sempre. Amém.

Santa Ceia na prisão 2 – na Boletim anterior, trouxemos informações sobre a Comunhão que celebrámos com presos de uma das unidades em que o PIM serve. Há poucos dias PIM recebeu uma carta, de prisioneiros de outra unidade, assinada por 28 pessoas, expressando sua gratidão para o Ministério PIM e, especialmente, pela Comunhão celebrada entre eles. Aqui está a tradução de alguns trechos da carta que foi escrita em espanhol: “nós somos a Igreja Cristã ‘Seguidores de Jesus’. Na verdade, quando Deus me dá (o escritor) a oportunidade de pregar para os outros, eu costumo dizer aos meus irmãos que nossa igreja é ‘Um Centro Educacional Cristão’ o qual é o lugar certo para ouvir a voz de Deus. Por causa da nossa desobediência, nossos ouvidos e os olhos estavam fechados, então nós não encontravamos o Caminho, nem eramos capazes de ouvir a voz de Deus. Mas aqui, no Centro Educacional Cristão ‘Seguidores de Cristo’, Deus está falando conosco, está nos abençoando todos os dias. Glória e honra só a ele.

O motivo desta carta é lhe agradecer, como o escolhido por Deus para trazer a palavra para nós, uma mensagem de salvação. Também queremos expressar nossa gratidão por nos fazer participantes, por mais de uma vez, na mesa da Comunhão quando fomos muito abençoados. Muito Obrigado! Desejamos muitas bênçãos ao Ministério Presbiteriano de Imigrantes. Nós acreditamos que Deus não só tem um plano perfeito, mas também tem o perfeito sincronismo assim, aqui estaremos, até o momento em que Deus decida reúnir-nos com as nossas respectivas famílias, de acordo com Sua vontade.

Doações Recebidas:

– Megan & Jeff Ritchie

– Ralph Jones

– Joan Priest

– Glenn & Nancy Ramsey

– Linda Sanders

– Brendon & Jean Bass

– H. Anderson & Brenda Anderson

– First Presbyterian Church – new Haven, CT

– Bethel Presbyterian Church, Marlboro, MA (2X)

– Valley Presbyterian Church, CT

– Andrew Presbyterian Church, CT

– Igreja Presbiteriana de Boston, MA (2X)

– First Presbyterian of Stamford, CT (2X)

– First Presbyterian Church of Newport, RI

– Primera Iglesia Presbiteriana Hispana de Boston,

Atenção! Envie a sua doação em cheque ou ordem de pagamento para Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escreve uma nota dizendo que tal oferta é para PIM

Doação Online: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”

Primeiro Neto do Rev. Gerson & Sandra: Rev. Gerson e Sandra com muita aleria anunciam que no dia 4 de Janeiro deste ano, nasceu o seu primeiro neto, Simon Anthony Caputo, filho de Heloisa Annunciacao Caputo e Peter Caputo.

Nota do doador: juntamente com uma doação, recebemos uma amável nota escrita por uma querida irmã em Cristo de Pittsburg, PA. Aqui o que ela escreveu: “Querido Rev. Gerson Annunciacao, espero que seu ministério continue a atender a multiplicidade das necessidades da Comunidade que tenho certeza que são muitas. Por favor, aceite este doação em nome de nosso Senhor Jesus Cristo que nos renova e nos sustenta. Toda a glória seja para ele. Muito sinceramente, Linda Sanders

Férias: De 11 de janeiro a 1º de março, o Rev. Gerson estava de férias.

Jan/Feb – Frequencia

Dia Prisao (todas unidades) Frequencia
03/01 Plymouth 42
05/01 Boston 31
09/01 Bristol 47
10/01 Plymouth 35
02/02 Boston 29
06/02 Bristol 46
07/02 Plymouth 48
09/02 Boston storm
13/02 Bristol 47
14/02 Plymouth 42
16/02 Boston 28
20/01 Bristol 44
21/02 Plymouth 47
23/02 Boston 22
27/02 Bristol 52
28/02 Plymouth 41

Já Visitou o Nosso Website?

Visite-o! Compartilhe!

http://www.presbim.com

Boletim Informativo – Novembro/Dezembro, 2016

Feliz Natal Mais um ano está terminando. Refletindo sobre 2016, o Ministério Presbiteriano para Imigrantes (PIM) é grato a Deus pelo trabalho que Ele tem feito em nosso Ministério. Nossa mensagem nas prisões está relacionada com a mesma mensagem que os anjos trouxeram os pastores há anos. A boa notícia continua a ser pregada, e PIM só pode ter feito isso com o apoio de congregações e pessoas como você. O ano termina e queremos agradecer por seu apoio, amizade e orações. Nossa esperança renovada é que continuaremos esta parceria trazendo boas notícias de grande alegria para aqueles que estão nas prisões.

PIM deseja-lhe

Feliz Natal e Abençoado 2017!

Santa Ceia na Prisão – Há algumas semanas celebramos a Santa Ceia entre os imigrantes na prisão do Condado de Bristol. Na semana passada recebi uma carta desses detentos testemunhando a experiência que tiveram participando aquela celebração. Abaixo está a tradução da carta que foi escrita em Espanhol:

“Querido Pastor Gerson, estamos enviando nossas saudações e bênçãos para você da prisão de Condado de Bristol (Igreja Casa de Restauração). Agradecemos a nosso Senhor Jesus Cristo por ter o pastor Gerson entre nossa Congregação para nos abençoar com sua presença e seus ensinamentos. Há duas Segundas- Feiras celebramos a Santa Ceia e, em nome dos prisioneiros da Imigração, queremos dizer que foi uma grande bênção relembrar e participar da Santa Mesa, que representa o sacrifício de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Muitos voltaram para o “primeiro amor”, e outros se arrependeram de seus caminhos pecaminosos. De uma maneira ou de outra, fomos todos abençoados. Nós gostaríamos de celebrar a comunhão novamente. Graças ao Senhor Jesus e ao nosso Pai Celestial, tivemos o privilégio de participar da Mesa Sagrada. Toda a glória seja ao nosso Senhor Jesus Cristo. Gostaríamos de ter o pastor Gerson mais frequentemente com a gente, talvez 2 ou 3 dias por semana, mas sabemos que existem outras almas que precisam o alimento espiritual e que precisam receber o incentivo da Palavra de Deus, como nós temos recebido. Que Deus continue abençoando este minisério´.

(Dos prisioneiros da Imigração na Prisão do Condado de Bristol – Igreja Casa de Restauração)

Doações Recebidas:

– Shirley Dudley

– Patricia Wales

– Edeildo Campos Maciel

– Dana Lindsley

– Wayne Parrish

– David G. Watermulder

– Bethel Presbyterian Church, Marlboro, MA

– Igreja Presbiteriana de Boston, MA

– First Presbyterian of Stamford, CT (2X)

– Primera Iglesia Presbiteriana Hispana de Boston,

– Synod of Northeast

– General Assembly – 1001 Worshiping Communities

Atenção! Envie a sua doação em cheque ou ordem de pagamento para Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escreve uma nota dizendo que tal oferta é para PIM

Doação Online: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”

E-mails recebidos:

“Querido irmão: Fiquei comovido com a história da Santa Ceia na prisão. Você sabe por quê? Porque eu tive a mesma experiência, quando a celebrei pela primeira vez na prisão em que eu estou servindo. É um lugar difícil, porque naquele lugar, estão prisioneiros que vivem com HIV / AIDS e cometeram um crimes. São, então, duplamente marcados. Tínhamos pão e um suco (vinho é proibido) mas o Espírito atual tão fortemente lá. Quando eu estava falando sobre isto em uma igreja, uma pessoa, “muito pura”, me disse: “E como os presos participaram da comunhão?” Talvez ele quisesse dizer que eles não eram tão boas pessoas para fazer participar. Minha resposta foi: “Comendo o pão e bebendo o suco como todo mundo”. Então estou muito feliz de ouvir sua história, porque eu tive (esta experiência) e é uma verdadeira alegria poder fazer isso. Bênçãos.”

(Edelberto Valdés – Igreja Presbiteriana de Cuba)

Oi Mano-Novo Gerson! Tenho acompanhando seu ministério em oração todos os dias.  Fico feliz pelos resultados alcançados, os quais, para nós parecem pequenos, mas quando se trata de vida humana, é de muito valor – de acordo com as Escrituras. Especialmente fiquei sensibilizado pela aventura em busca da celebração da Ceia do Senhor; e também pelo testemunho do rapaz homossexual.  Em minha vida profissional, principalmente na universidade, encontrei vários colegas assim, mas sempre tive a Graça de Deus para conviver com eles dando total apoio e respeito, sem qualquer prejulgamento – afinal, sofrem como nós o fato de serem também exilados do Éden, e só mesmo o Criador para entender todo esse processo da degeneração total da raça humana. Muitos deles me consideram seus amigos e aceitavam de bom grado minhas palavras de evangelização, cujos resultados só saberemos na Eternidade, talvez.

Que o Senhor de toda Graça continue abernçoando sua vida, sua família e seu ministéro.

(Professor Paulo Eugênio Anunciação, Brasil – irmão do Rev. Gerson)

Frequencia de Novembro/Dezembro

Dia Prisão Frequencia
11/01 Plymouth 28
11/03 Boston 39
11/07 Bristol 51
11/08 Plymouth 35
11/10 Boston 45
11/14 Bristol 48
11/15 Plymouth 47
11/17 Boston 42
11/21 Bristol 52
11/22 Plymouth 57
11/24 Boston Thanksgiving
11/28 Bristol 28
11/29 Plymouth Locked down
12/01 Boston 35
12/05 Bristol 49
12/06 Plymouth 41
12/08 Boston 39
12/12 Bristol 47
12/13 Plymouth 55
12/15 Boston 43

** Esta Edição foi fechada em 17  de Dezembro de 2016

Visite o nosso Website?

Compartilhe-o!

www.presbim.com

Boletim Informativo – Setembro/Outubro, 2016

eucaristiaSanta Ceia na Prisao – Há algum tempo eu fui autorizado a celebrar a Santa Ceiao com os prisioneiros em uma das prisoes que eu visito.. Como eu não posso trazer nada de fora da prisão, eu tive que contar com oapoio de pessoas do escritório capelania daquela ministrar a Eucaristia naquela prisão, desanimado porque não queria criar falsas expectativas para os presos. No entanto, na sua última reunião, o Comité Director do PIM desafiou-me encontrar maneiras criativas para tentar de novo. A primeira ideia que me ocorreu foi a de compartilhar esse desafio com os prisioneiros na prisão de Dartmouth, MA. Para minha surpresa, eles vieram com uma possível solução. Eles disseram: “você não precisa trazer pão. Temos aqui porque nós podemos comprá-lo da cantina. Não podemos fornecer suco de uva ou vinho, mas se está tudo bem com você, nós podemos fornecer suco de cranberry*.” Imediatamente nós realizamos uma “reunião administrativa”. Algumas pessoas se ofereceram para providenciar tudo o que seria necessário para a semana seguinte, enquanto eu fiquei encarregado de pedir permissão aos oficiais da prisão. Infelizmente, na semana seguinte eu não consegui obter a autorização. Eu tentei, mas a primeira pessoa que conversei me pediu para falar com outra pessoa. Essa pessoa não atendeu minhas ligações por alguns dias. Quando cheguei na prisão na próxima segunda-feira, os prisioneiros estavam excitados, com tudo pronto. Eles trouxeram pão, suco de cranberry (em pó, para ser misturado com água), os copos pequenos que eles usam para tomar o medicamentos e também um lençol branco, novo,  para usar como uma toalha de mesa. Quando lhes disse que ainda não tinhamos a autorização, eles ficaram frustrados. Mas decidimos não desistir.

Finalmente, alguns dias depois, eu recebi a autorização. Então, na segunda-feira, 14 de outubro, tivemos nossa Celebraçao da Santa Ceia juntos em uma das unidades de presos de imigraçao na prisão de Dartmouth. Esta próxima segunda-feira iremos comemorar a Eucaristia em outra unidade onde também faço estudo bíblico, na mesma prisão.

Eu nunca vou esquecer a reação deles quando estavam participando do pão e do “vinho”. Muitos ficaram emocionados. Havia alguns que não participam porque “não estavam preparados,” como eles mesmo disseram. Mas foi decisão deles nao participar. Um deles veio até mim me pedindo para orar por ele, porque ele queria tomar uma decisão por Cristo.

Vamos celebrar a comunhão uma vez por mês em Dartmouth, e estou à espera de autorização para fazê-lo também em Plymouth e Boston.

*cramberrie – é uma fruta vermelha popular nos Estados Unidos.

 Doaçoes Recebidas:

– Jovelino & Jaon Ramos

– Bethel Presbyterian Church, Marlboro, MA (2X)

– Igreja Presbiteriana de Boston, MA (2X)

– First Presbyterian of Stamford, CT (2X)

– First Presbyterian Church, Newport, RI

– First Presbyterian Church, Fairfield, CT

– First Presbyterian Church, Hartford, CT

-Providence Presbyterian Church – RI (2X)

– Roland & Ruth Ann Chase

Atenção! Envie a sua doação em cheque ou ordem de pagamento para Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escreve uma nota dizendo que tal oferta é para PIM

Doação Online: www.presbim.com

Click em “support and ways to give”

 Local seguro – a Comunidade dos detentos é um reflexo da nossa comunidade fora da prisão. Há indivíduos de diferentes origens sociais, culturais e religiosas. Geralmente não faço perguntas particulares a eles, mesmo assim eu sempre estou aberto para falar com eles e ouvir as suas histórias. Há vários meses estava em uma das prisões um jovem brasileiro que participava de todos os estudos bíblicos. Ele deixou a prisão no início de setembro, e eu tenho falado com ele e o visitei no restaurante onde ele trabalha como chef. Eu soube que ele é homossexual, e por causa disso ele sofreu preconceitos na prisao em muitas ocasiões, incluindo falsas acusações que lhe levaram duas vezes para confinamento solitário. As únicas pessoas que o defenderam foram os cristãos que integram os estudos bíblicos. “Eles nunca me julgaram, e entre eles, encontrei um lugar seguro para mim,” ele disse. Eu sei que muitos dos prisioneiros que são cristãos não compreendem a complexidade da sexualidade humana. Mas mesmo sem compreendê-la, eles decidiram viver em justiça, expressando o amor de Deus para com todos.

Set/Out  – Frequência

Dia Prisao Frequência
01/09 Boston 29
05/09 Bristol 31
06/09 Plymouth 55
08/09 Boston 32
12/09 Bristol 24
13/09 Plymouth 58
15/09 Boston 35
19/09 Bristol
20/09 Plymouth 60
22/09 Boston 43
26/09 Bristol 24
27/09 Plymouth 57
29/09 Boston 33
03/10 Bristol 29
04/10 Plymouth 57
06/10 Boston
10/10 Bristol 31
11/10 Plymouth 53
13/10 Boston 33
17/10 Bristol 29
18/10 Plymouth 51
20/10 Boston
24/10 Bristol
25/10 Plymouth 47
27/10 Boston 30
31/10 Plymouth 49

Você já visitou o nosso Website?

Visite-o e o divulgue.

www.presbim.com

Boletim Informativo – Julho/Agosto, 2016

5 Aniversario

PIM – 5º Aniversário – Cinco anos se passaram. No mês de Agosto de 2011 eu iniciei uma nova etapa de meu ministério aqui nos Estados Unidos. Eu havia vindo para cá em 2001 para organizar uma igreja presbiteriana de fala Portuguesa na cidade de Fall River e, em Junho de 2005, foi organizada a Igreja Presbiteriana Cristo é Vida. Neste mesmo ano da organizaçao eu comecei a visitar imigrantes brasileiros que aguardavam por deportaçao em prisoes do Estado de Massachusetts. Eu nao poderia imaginar que naquelas primeiras visitas nas prisoes eu estava lançando as bases para um ministério mais abrangente.

Devido a necessidade de alcançar outros imigrantes, em Agosto de 2011, apoiado pelo Presbitério do Sul da Nova Inglatera da PC(USA), foi iniciado o ministério chamado Presbyterian Immigrant Ministry (PIM), cuja finalidade principal era a realizaçao de estudos bíblicos semanais entre imigrantes em duas prisoes do Estado, a saber, em Plymouth e Dartmouth. Mais tarde, no início de 2012, este ministério foi estendido também para uma prisao na cidade de Boston.

Durante estes 5 anos, a cada semana, eu me reuni com cerca de 90 pessoas em 8 grupos diferentes. Algumas vezes foram mais de 100 pessoas e, nestes últimos meses, tenho me reunido com cerca de 120 imigrantes a cada semana (ver a tábua de frequencia). Imigrantes de mais de 30 países diferentes participaram dos estudos bíblicos e, a maioria deles voltou para seu respectivo país levando a Palavra de Deus no coraçao.

Se chegamos até aqui foi porque Deus tem nos dado as condiçoes para a este ministério. Foi Ele quem levantou apoiadores, Igrejas e pessoas que, tendo compreendido a importância deste ministério, tornaram-se meus parceiros nesta jornada. Agradeço a todas estas igrejas e a todas as pessoas pelo apoio que eu tenho recebido.

Parente de Ex-Detento – Há algumas semanas eu estava fazendo o estudo bíblico na prisao de Boston. Um dos presos, que sempre costuma participar dos estudos, chegou um pouco atrasado, pois estava falando com familiares pelo telefone. Ao entrar na sala de estudos ele colocou o seu cartao de identidade sobre a mesa e me chamou a atençao o sobrenome dele, que embora nao comum, me era familiar. Em conversa com ele me dei conta de que ele é parente de um jovem brasileiro que, em 2005, fazia parte do grupo de estudos biblicos que eu havia iniciado na prisao de Plymouth,

Isso me fez conseguir entrar em contato por telefone com Daniel, aquele jovem que conheci em 2005, agora vivendo no Brasil. Neste telefonema, Daniel e eu recordamos de nossas derradeiras conversas antes de ele ser deportado. Ele enfrentou uma longa batalha para tentar nao ser deportado pois nao via um meio de poder ter no Brasil a qualidade de vida que tinha aqui nos Estados Unidos. Lembro-me dele me dizendo: “eu nao entendo por que Deus está permitindo que isso aconteça.” Ao lembrar deste fato, ele me disse: “eu nao imaginava que Deus poderia me proporcionar uma vida melhor daquela que eu tinha aqui no meu próprio País”.

É interessante como tudo se passou. Ao chegar no Brasil Daniel procurou um emprego. Fez uma ficha num hotel para trabalhar em qualquer área. Em suas informaçoes Daniel escreveu que falava, além do Português o Inglês que ele aprendeu nos Estados Unidos e o Espanhol que aprendeu na prisao. Isso abriu as portas para que ele conseguisse uma posiçao muito acima daquela que ele buscava naquele hotel, tornando-se gerente de recreaçao naquela estância de águas minerais. Encurtando a história, Daniel em alguns anos começou o seu próprio negócio de vendas de motos e, mais recentemente também abriu um comércio de colchoes. Mas o mais importante: apesar de alguns contratempos na vida espiritual, Daniel continua firme na fé em Jesus Cristo.

Doaçoes Recebidas:

– Bethel Presbyterian Church, Marlboro-MA

– Igreja Presbiteriana de Boston

– First Presbyterian of Stamford

– John & Penny Webster

– Primera Iglesia Presbiteriana Hispana, Boston-MA

– First Presbyterian Church, Newport-RI

-Providence Presbyterian Church – RI

Atenção! Envie a sua doação em cheque ou ordem de pagamento para Presbytery of Southern New England – P.O. Box 388, Chester, CT 06412 – Importante: escreve uma nota dizendo que tal oferta é para PIM

Doação Online: www.presbim.com

Click em “support and ways to give

Falando a Verdade – Há algumas semanas, ao terminar o estudo bíblico em uma das unidades em Boston, um jovem pediu para ter uma conversa comigo. Ele iria ter uma audiência numa corte de imigraçao quando teria a oportunidade de confirmar uma história que havia inventado para tentar permanecer aqui nos Estados Unidos. Mas ele estava visivelmente em conflito. Ele me disse que, quando inventou tal história, o fez antes de começar a estudar a Bíblia e antes de se tornar Cristao. Disse-me que, se confirmasse aquela história inventada por ele, haveria uma chance de concretizar o seu sonho de permanecer legalmente aqui. “Mas agora que eu conheço a verdade, eu nao posso mais ir adiante com esta história”, disse-me ele. Confirmei dizendo que, em qualquer situaçao, a verdade sempre é o melhor caminho. Aos prantos ele declarou que iria confessar a sua mentira diante do juiz, mesmo que isso lhe custasse voltar para o seu país, pois estava certo de que a melhor coisa era fazer a vontade de Deus. Em algumas semanas ele foi deportado. Este é mais um exemplo de como a Palavra de Deus tem poder para transformer vidas.

Julho/Agosto – Frequência

Mes/Dia Prisao Frequencia
07/04 Bristol
07/05 Plymouth 40
07/07 Boston 33
07/11 Bristol 52
07/12 Plymouth 42
07/14 Boston 33
07/18 Bristol 49
07/19 Plymouth 44
07/21 Boston 30
07/25 Bristol 45
07/26 Plymouth 49
07/28 Boston 27
08/01 Bristol 31
08/02 Plymouth 46
08/04 Boston 27
08/08 Bristol 39
08/09 Plymouth 47
08/11 Boston 25
08/15 Bristol 31
08/16 Plymouth 42
08/18 Boston 24
08/22 Bristol 30
08/23 Plymouth 62
08/25 Boston 25
08/30 Bristol 35
08/31 Plymouth 49

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s